POR Henrique Beirangê 5 ANOS ATRÁS
COMPARTILHE

por Henrique Beirangê
saude@blogdacomunicacao.com.br

O tranquilizante Rivotril é o medicamento mais vendido no Brasil depois do anticoncepcional e líder do ranking Microvlar. Em 2008 foram vendidas cerca de 14 milhões de caixas do medicamento no país. A posição da droga no ranking levanta a discussão se o brasileiro é um povo tão feliz e satisfeito como é alardeado. Uma pesquisa internacional , entretanto caminha em sentido oposto, realizada para medir a perspectiva de felicidade da população em 132 países, divulgada pelo centro de políticas sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostra que o brasileiro é o povo mais confiante em como estará sua situação daqui a cinco anos.

A pesquisa realizada no final do ano passado mostra que em uma escala de 0 a 10, o ícone da felicidade futura da população brasileira atinge o topo da pesquisa com 8,78, à frente de Venezuela (8,52) e até mesmo da Dinamarca (8,51). Os piores são Zimbábue (4,04), Camboja (4,86) e Paraguai (5,04). Transtornos de ansiedade e depressão são comuns nas grandes cidades, castigadas pela violência, pelo trânsito e pelo desemprego. Uma outra pesquisa , da São Paulo Megacity, uma parceria do Hospital das Clínicas de São Paulo com a Organização Mundial da Saúde, revela que cerca de 40% dos moradores da região metropolitana sofre de algum tipo de transtorno psiquiátrico. Então qual a razão de dados tão controversos?

O Rivotril é encontrado no mercado por até R$ 13,00, enquanto seu concorrente principal, o Frontal, da Pfizer chega a custar R$78,00, o que indicaria uma facilidade a mais na aquisição da droga. Outra razão segundo muitos psiquiatras consultados, a contradição aparente é resultado do excesso de indicação médica desse tipo de remédio em quadros clínicos, que a princípio não exigiriam o uso dessas drogas. A sociedade pós moderna preconiza que sejamos felizes e que esse estado não esteja sujeito a abalos. A exigência de uma felicidade quase neurótica empurra muitos indivíduos a fantasiosa expectativa de uma alegria incondicional, uma paz de espírito escrava de narcotizantes. Sofrer também faz parte do amadurecimento humano, esse entendimento tem sido de difícil assimilação nos dias de hoje.

” A Vida sem desafios é uma lenta agonia”. Albert Einstein.

Sintomas da depressão
Alguns sintomas que caracterizam a depressão são uma acentuada falta de energia, a perda de interesse e prazer nas atividades cotidianas, baixa auto-estima, pessimismo com relação à vida, dificuldade de conviver em ambientes sociais, além de insônia. O coordenador da Área Técnica de Saúde Mental do Ministério da Saúde, Pedro Gabriel, afirma que tristeza e depressão não devem ser confundidas.

“A experiência da depressão é totalmente diferente da experiência da tristeza e da reação triste diante de uma perda concreta. A experiência da depressão é justamente uma reação aparentemente inexplicável de desânimo e de tristeza, de menos valia, de se considerar uma pessoa sem valor, que não é compreensível pelo que se passa a volta dela. Ela está tendo uma reação exagerada de tristeza em relação aos problemas reais que ela tem. Nesse caso é que nos temos o que chamamos de depressão.”

Veja abaixo o ranking de medicamentos mais vendidos - Crédito: Divulgação
Veja abaixo o ranking de medicamentos mais vendidos – Crédito: Divulgação

OS REMÉDIOS MAIS VENDIDOS – 1998 e 2008
1998

1- Cataflan (analgésico, antiinflamatório)
2- Novalgina (analgésico e antitérmico)
3- Hipoglós (pomada contra assaduras)
4- Neosaldina (analgésico e antiespasmódico)
5- Voltaren (anti-reumático, antiinflamatório, analgésico)
6- Lexotan (tranqüilizante)
7- Redoxon (vitamina C)
8- Buscopan Composto (antiespasmódico e analgésico)
9- Sorine (descongestionante nasal)
10- Vick Vaporub (ungüento descongestionante)

2008
1- Microvlar (anticoncepcional)
2- Rivotril (tranqüilizante)
3- Hipoglós (pomada contra assaduras)
4- Neosaldina (analgésico e antiespasmódico)
5- Puran T4 (hormônio tireoidiano)
6- Buscopan Composto (antiespasmódico e analgésico)
7- Tylenol (analgésico e antitérmico)
8- Novalgina (analgésico e antitérmico)
9- Salonpas (analgésico e antiinflamatório)
10- Vick Vaporub (ungüento descongestionante)

Entretanto não subestime a depressão
Segundo uma pesquisa fomentada pela PBS, emissora de TV norte americana, o projeto “Depressão: saia das sombras” avalia que mais de 90% de casos de suicídio estão relacionados com diagnósticos anteriores de doenças mentais, em especial à depressão. Os pesquisadores estimam que a partir de 2020 a Depressão será o segundo problema de saúde mais comum no mundo. Na dúvida coloque o preconceito infantil de lado e procure um médico.

TAGS: , , , , , , ,

12
COMENTÁRIOS
MAIS SOBRE Henrique Beirangê
Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora com extensão em Jornalismo Econômico pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente faz pós-graduação em "Brasil: Estado e Sociedade" pelo Instituto de Ciências Humanas da UFJF. Procura focar seus estudos na crítica da conduta política e econômica dos agentes públicos brasileiros.
CONFIRA TODOS OS POSTS DO AUTOR
  • http://blogdefranciscocastro.blogspot.com/ Francisco Castro

    Olá, Henrique!

    Isso ocorre, principalmente, pela correria de nosso cotidiano e do stress que convivemos constantemente. A nossa anciedade e o nosso desejo de sempre ter mais e sermos mais e mais importantes que ao não conseguir atender esses objetivos e desejos entramos em depressão e outras doenças correlatas.

    Abraços

    Francisco Castro

  • http://ismaelitanasc.blogspot.com/ ismaelita

    neosaldina e´minha companheira

  • http://eduardomarcondes.wordpress.com/ Eduardo Marcondes

    A premissa do post está equivocada. O Rivotril não é um anti-depressivo. Segundo o Psicosite, é um remédio para o bloquio da ansiedade muito utilzado para ajudar a dormir por causa do seu efeito sedativo – e é isso o que explica o fato de ser tão popular. Ou seja, o povo não está triste, e sim insone. Convém reelaborar a tese do parágrafo inicial.

  • Henrique

    Caro Eduardo,

    do mesmo site onde vc pesquisou

    O que é e para que serve ?
    O rivotril é o clonazepam, um tranqüilizante do grupo dos benzodiazepínicos. Sua alta potência, longo tempo de circulação como forma ativa e peculiaridades farmacodinâmicas o tornam um dos melhores tranqüilizantes disponíveis no mercado.

    http://www.psicosite.com.br/far/ans/rivotril.htm

  • http://eduardomarcondes.wordpress.com/ Eduardo Marcondes

    Henrique,

    Eu nunca afirmei que o Rivotril não é um tranquilizante. O que eu afirmei, e repito, é que não é um antidepressivo.

  • Guilherme Freitas

    Eu não gosto de tomar remédio, tanto é que durante anos fui paciente da homeopatia. Mesmo é assim vejo com preocupação que um tranquilizante/antidepressivo está em 2º lugar.

  • http://BRIZADANOITE maura

    Pesquisei sobre Neosaldina Tenho muitas dores de cabeça. foi constatado exaqueca quando descobri eu ja estava a tres meses com dores muito fortes, desde então tomo Proponolol, mas as veses demora dias para passar hoje já avia tomado tres comprimidos e dor não passava, ai tomei uma Neosaldina, em des minutos a dor passou ja não estava suportando mais a dor tenho dificuldades para dormir chego a passar de tres quatro dias até semanas sem dormir as duas ultimas veses que fiquei sem dormir, aconteceu uma cousa estranha sentia o corpo cansado e parecia que minha mente estava dormindo ou meu subconsiente. E senti um inmeço cassaço.. me esprique o que é isso.Obrigada

  • deise

    por favor me responda,uma pessoa idosa com diabetes e hipertensao que toma 7 comprimidos de rivotril a noite e 7 pela manha o que pode acontecer comprimidos de 2mg.

  • http://www.viagragenerico.com.br viagra

    Sem duvida o Rivotril vende como agua, trabalho em farmacia e sei como funciona.

  • carla

    Achei esse site que compara o preço deste medicamento em diversas drogarias veja que diferença de preço entre elas
    http://www.cliquefarma.com.br/preco/rivotril

  • sousa

    tomo o rivotril a 10 anos   so  duas vezes por semana mi sinto otima dirijo faço minhas atividades como nunca,, so que  de tres anos para car o ferro sempre baixo anemia por falta de ferro  quero saber se alguem que toma rivotril a tempos tem algum problema parecido sa vezes tenho vontade de substituir  por outro mas so mi sinto bem com o riv!!!!

  • Rosana

    Por favor, meu companheiro toma rivotril 2 miligramas a mais ou menos uns 8 meses. Ele tem tido dificuldade em ereção, ele tem 57 anos, Esta falata de ereção tem a ver com o rivotril?? ele usa a noite para dormir. Obrigada, fkem com Deus

Você acompanha o horário eleitoral nas rádios e TVs?
 
 
 
Powered by Hotcourses Brasil
 
ApostasOnline.com: Apostas de futebol nos campeonatos brasileiros e mundiais