POR John M. B. Silveira 5 MESES ATRÁS
COMPARTILHE

por John M. B. Silveira
politica@blogdacomunicacao.com.br

Vista de uma cela do Presídio Central de Porto Alegre – Crédito: Reprodução 

Como disse Michel Foucault: “[...] as prisões não diminuem a taxa de criminalidade: pode-se aumentá-las, multiplicá-las ou transformá-las, a quantidade de crimes e de criminosos permanece estável, ou ainda pior: aumenta.”

Na última semana, dei ênfase ao Auxílio-reclusão e o preconceito social que envolve este benefício, aliás, um direito previdenciário dos detentos. De longe quero ser interpretado sob olhos de apologia ao crime, ou de “defensor” daquele que o pratica. Apenas, acredito nos Direitos Humanos.

O Presídio Central de Porto Alegre/RS (PCPA) foi inaugurado em 1959, com a finalidade de abrigar 300 presos, sob o nome  de “Casa de Prisão Provisória de Porto Alegre”. Atualmente, é formado por dez pavilhões (A-J) e nove pátios internos, e abriga, neste momento, 3.735 presos, embora disponha de 2.069 vagas. Em 2010  chegou a abrigar 5.200 detentos. É o maior sistema carcerário do Brasil, e seu controle é feito pela Força Tarefa da Brigada Militar. O primeiro pedido de interdição do PCPA foi apresentado em 2 de agosto de 1995, quando o número de reclusos era de 1.773.

No ano de 2008, a CPI do Sistema Carcerário rotulou o PCPA como o pior presídio do país, pelas condições inóspitas de forma geral, como a superlotação, saneamento básico deficiente, condições insalubres, risco de incêndio. Todos estas condições, levaram o Brasil a ser denunciado à Comissão Internacional dos Estados Americanos (OEA). Os primários ficam com os reincidentes, os provisórios com os condenados. E, nessa mistura, é evidente que o preso sadio divide espaço com o preso doente, sendo que as causas de morte dentro do presídio derivam de problemas nas vias respiratórias.  O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (CREMERS) chegou a emitir parecer sobre a situação:

“Há apenas um médico para atender toda a população carcerária, um ambulatório com quatro salas, cozinha com total falta de higiene, ratos transitando livremente, esgoto cloacal a céu aberto, apenados doentes em confinamento com os sadios, pessoas com sífilis, Aids, tuberculose, hepatite, dermatites e dermatoses. Enfim, um quadro lamentável sob todos os aspectos”. 

Cela do presídio – Crédito: Reprodução

De acordo com a CPI do Sistema Carcerário, faz a seguinte definição de uma cela dentro do PCPA:

“Em buracos de 1 metro por 1,5 metro, dormindo em camas de cimento, os presos convivem com sujeira, mofo, mal cheiro insuportável. Paredes quebradas e celas sem portas, privadas imundas (a água só chega uma vez por dia), sacos de roupas pendurados por todo lado… uma visão dantesca, grotesca, surreal, absurda e desumana. Um descaso.”

Entre 1989 e 1991, o pavilhão foi cenário de duas das mais sangrentas guerras entre quadrilhas, com oito apenados mortos – seis deles carbonizados. Pouco tempo depois,  foram encarcerados integrantes da gangue de Jorge Luís Queirós Ventura, o Jorginho da Cruz, líder do tráfico no Morro da Cruz, em Porto Alegre, que tinha duas pistolas calibre 7.65. Ao mesmo tempo em que matava atrás das grades, o bando de Jorginho planejou sequestros – não concretizados – de um juiz da VEC e do então governador Alceu Colares (1991 a 1994), com objetivo de soltar comparsas. Dono do pavilhão C, Jorginho se rebelou em sangrentas disputas contra Dilonei Francisco Melara, então líder do pavilhão B, impedindo a organização de uma facção única de criminosos. Tempos depois, o C foi dominado pela quadrilha Os Brasa, que seguiu a guerra contra a facção de Melara até a morte dele, em 2005.

Os governantes do Rio Grande do Sul, Yeda e Antônio Britto, já se posicionaram em suas campanhas em favor da reforma do PCPA, mas, nada foi feito durante os seus governos. Nesta terça-feira, dia 14/10, deu início à demolição do PCPA, marcando, definitivamente, o fim do descaso com a população carcerária. No ano de 2008, presos destruíram a terceira galeria (terceiro andar) do bloco C,  deixando o local como se tivesse sido devastado por bombardeio, e quando chovia, os presos dormiam pendurados em redes no forro, pois as celas eram inundadas pela água.  

Plano de reforma do PCPA – Crédito: Reprodução

O esvaziamento do PCPA foi iniciado em junho deste ano e, desde então, 645 presos foram para Montenegro e 202 para Charqueadas. Até o final do próximo ano, deverão ser construídos novos pavilhões, elevando a capacidade para 1,5 mil presos provisórios.

Entendo que a pena dever ser restritiva de liberdade, mas como um ser que não possui a mínima assistência social pode ser ressocializado? É presumível que em torno de 70% da totalidade dos homicídios no Estado do RS são de pessoas que recém deixaram o sistema prisional ou encontram-se em regime semi-aberto. Esse número só confirma o quão falho é o sistema prisional gaúcho. Um dos grandes obstáculos à idéia de ressocializar é a dificuldade de colocar isto em prática.  É evidente, ainda, que as mais graves violações de direitos humanos existentes são cometidas pelo próprio Estado do Rio grande do Sul pelas condições que submetem seus reclusos.

Neste pleito, foi notório o descaso dos políticos no que tange Direitos Humanos em face ausência de propostas concretas. O Presídio Central de Porto Alegre é um símbolo sobre o que não fazer e deve ser eliminado. Torcemos para que dê certo, mas só acreditaremos vendo.

TAGS: , , , ,

2 COMENTÁRIOS
POR Editores BGC 5 MESES ATRÁS
COMPARTILHE

No próximo domingo iremos saber se a presidente Dilma Rousseff (PT) será reeleita para mais quatro anos de mandato ou se teremos um novo presidente na figura de Aécio Neves (PSDB). Os dois chegam a última semana eleitoral praticamente empatados em todas as pesquisas e com promessa de fortes emoções para o próximo domingo. Afinal, esta deve ser a eleição presidencial mais apertada desde 1989. Por isso, assim como fizemos no 1º turno, gostaríamos de saber a sua opinião nobre leitor: em quem você votará domingo? Dilma ou Aécio? Aécio ou Dilma? Vote na nova enquete do Blog da Comunicação localizada na barra lateral a direita da sua tela.

Em quem você votará? – Crédito: Divulgação

RESULTADO - Na enquete anterior perguntamos aos leitores do BGC se eles acreditam que o Botafogo será rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. A maioria de 66% acredita que o Fogão, que enfrenta uma grande crise financeira vai cair sim. Os demais 34% tem fé que o time da estrela solitária permanecerá na Série A ano que vem.

TAGS: , , , , ,

0 COMENTÁRIOS
POR Editores BGC 5 MESES ATRÁS
COMPARTILHE

Os editoriais serão publicados regularmente e estarão disponíveis na homepage do site e depois na aba “Editorial”, localizado no cabeçalho do blog. O editorial representa as ideias e opiniões dos editores e idealizadores do Blog da Comunicação: James Freitas e Guilherme Freitas. Boa leitura!

Dilma Rousseff vs Aécio Neves: vai começar a pancadaria – Crédito: UOL

No primeiro turno aconteceram quatro debates televisivos entre os candidatos a presidência da República: Band, SBT, Record e Globo. Em todos eles os três principais candidatos, Dilma Rousseff, Aécio Neves e Marina Silva, travaram acirrados duelos entre si. Nos dois últimos debates, na Record e na Globo, o trio tomou posições mais diretas e duras contra os rivais. Aécio e Marina lutavam por um lugar no 2º turno e Dilma em manter uma boa diferença para ambos e chegar forte na reta final.

Raramente tivemos algo positivo nestes embates que em sua maioria foi mais acusações e troca de ofensas do que realmente um debate. Por isso, nenhuma surpresa quando você perguntava para alguém no dia seguinte se esta pessoa vira o debate até o fim. Muita gente desligou a TV no meio do bate-boca eleitoral. E agora parece que neste segundo turno a coisa esta pior ainda. Nos dois debates que já aconteceram, Band e SBT, nada de produtivo. Só porrada.

Tanto Dilma, quanto Aécio adotaram uma postura agressiva. Acusações e declarações ríspidas foram frequentes nos dois encontros tetê a tetê. Enquanto um perguntava sobre saúde, o outro respondia com ataques. Depois quando um questionava os planos para a educação, a resposta do outro vinha novamente com um ataque. Debate que é bom só no nome mesmo. Não houve debate de ideias, leis, investimentos, projetos, nada. O que houve foram dois vale-tudo eleitorais.

Pior que este clima bélico, de ame-o ou deixe-o já contamina a população. As redes sociais são o melhor lugar para constatarmos isso. Comentários carregados de ódio de ambas a partes só mostram como alguns incorporaram o 8 ou 80 eleitoral. Isso já havia acontecido de forma mais tímida em 2010, mas parece que desta vez ficou mais forte ainda. Será que se tornará uma triste rotina de quatro em quatro anos?

Enquanto isso Dilma e Aécio se preparam para um novo encontro a uma semana das eleições. Logo mais tem um novo debate eleitoral, desta vez na Record. Pelo andar da carruagem nos últimos dias, ambos continuaram a centrar fogo no rival e partir pro tudo ou nada. Uma pena, porque nós gostaríamos de ver mesmo um debate com ideais e projetos sendo discutidos e apresentados a população.

Se ambos os candidatos acham que estão se saindo mais vitoriosos por esculhambar seu adversário estão completamente equivocados. Com essa tática agressiva e baixa não existe vencedor. Quem perde somos todos nós.

James Freitas e Guilherme Freitas
Editores e Idealizadores do Blog da Comunicação
blog@blogdacomunicacao.com.br
blogdacomunicacao.com.br

TAGS: , , , , , ,

0 COMENTÁRIOS
POR Ant Lima 5 MESES ATRÁS
COMPARTILHE

por Ant Lima
entretenimento@blogdacomunicacao.com.br

Oi leitores!

Para somar com os temas anteriores hoje trago mais um tema bem bizarro e curioso. Nesta semana eu escrevo sobre mais um tema bem polêmico, e o tema se enquadra naquela velha história de que todo mundo quer saber, mas ninguém sabe de nada. Alguns dizem ter medo, outros dizem saber de tudo, afinal que tema é este? Hoje o tema é…Illuminatis!

Os illuminatis nos alcançam através de mensagens subliminares – Crédito: Reprodução

Ja ouviu falar? Conhece alguma teoria a respeito? Eu sim, e vou compartilhar com vocês a partir de agora!

Que nome estranho não? Illuminati no latim quer dizer “Aquele que é iluminado” e esta tradução é bem fiel com alguns dos segredos deste suposto grupo, por exemplo, os Illuminatis de Baviera são uma sociedade secreta fundada em 1776 e são suspeitos de controlar as pessoas através de um meio chamado por “A segunda ordem mundial”. Muitos estudiosos da conspiração acreditam que eles estão por trás de muitos acontecimentos em prol da tal ordem mundial, e muitos acreditam que eles querem unir o mundo em um modelo político onde todos são iguais!

E pesquisando a fundo sabemos que os illuminati são uma sociedade secreta que manipula os acontecimentos de fato, coisas que nem o próprio destino poderia causar, e bem clichê, são formados por trezentas famílias, sendo elas de alto nível social, mas que também são guiadas pela família que tem o valor mais alto de dinheiro em circulação no mundo.

Não há como saber de fato quem eles são, mas grandes nomes como Rockefeller e Bush já foram citados como referência, pois defendem a implantação de uma nova ordem mundial, onde todos seguirão uma única direção, terão as mesmas crenças e serão controlados em tempo integral.

 Como agem?

Segundo teorias, os illuminati agem através de mensagens subliminares, e uma das mais usadas é a mão chifrada, embora todos acreditam, até eu mesmo acredito, que é um símbolo do rock, dizem que é desta forma que a maioria deles se reconhecem, embora essa simbologia não seja bem vista levando em consideração que o demônio Baphomet, o ídolo do ocultismo, repercutiu a mão chifrada. Outra mensagem subliminar bem conhecida é o olho de Horus, o olho que tudo vê, ou o olho do demônio, já li e vi uma lista muito extensa de artistas, principalmente da música, que segundo opiniões são os marionetes dos illuminati, mas provavelmente seja uma pura coincidência.  Até porque sem querer podemos estar usando um dos símbolos sem ralmente saber seu verdadeiro significado, certo?

 As profecias das cartas illuminati, chip 666… Fim do mundo!?

Eis que o nome Illuminati se transformou em cartas de um jogo, em 1990, Steve Jackson criador de jogos de RPG, produziu um jogo de cartas que talvez seja um dos mistérios proféticos mais sinistros do mundo. E o jogo se chama Illuminati, New World Order (não brinca). O criador do jogo sofreu sérias consequências com o impacto que o jogo causou, recebeu uma visita nada amigável de um representante do esquema de segurança americano e claro, tentaram proibir a venda do jogo.  E as cartas do jogo previam terríveis acontecimentos que viriam após o lançamento do jogo. Seis anos se passaram e o primeiro acontecimento citado na carta aconteceu, e causou balbúrdia nos quatro cantos do planeta. O atentado de 11 de setembro, o ataque às Torres Gêmeas do World Trade Center.

Outras cartas do jogo retratam outros acontecimentos simbólicos, como o ataque ao Pentágono, no mesmo dia do ataque as Torres Gêmeas, o vazamento de petróleo no golfo do México, o atentado à maratona de Boston em 2013 foi uma das tragédias mais recentes prevista pelo jogo. E não para por aí, Chernobil também foi previsto pelo jogo e até um presidente negro na maior potencia do mundo, os Estados Unidos. Confira algumas das cartas na imagem abaixo:

Lembra do desastre no Japão em 2010? O jogo previa! – Crédito: Divulgação

E o medo dos estudiosos estão em muitos outras cartas que fazem parte do jogo polêmico, tais como a carta do desarmamento, que de fato aconteceu com a campanha do desarmamento, a carta que mais assusta é a “Clipper Chip” que representa o polêmico chip que seria implantados na gente, cujo tema foi escrito na Bíblia no livro de Reis 10:14 – II Crônicas 9:13 – Esdras 2:13 – Neemias 7:18 e Apocalipse 13:18.

As cartas na atualidade

Quem diria né? Há quem diga que a carta “Flesh-Eating Bacteria” seria a previsão para o ebola, já que a carta diz a respeito de bactérias se alimentar da carne humana, além de outra carta nomeada por “Epidemic”, coincidência ou realidade? Uma espiada na imagem abaixo e tire suas próprias conclusões:

A carta se refere ao vazamento de óleo no Golfo do México em 2010 – Crédito: Reprodução

Pessoalmente eu não sou muito de acreditar nessas coisas, mas no mínimo as cartas me abalam, o que vocês acham?

Deixe seu comentário!

Siga-me pelo Twitter: @itsmeantonnio │ Siga Blog da Comunicação: @blogcomunicacao

TAGS: , , , , , , , ,

2 COMENTÁRIOS
POR Editores BGC 5 MESES ATRÁS
COMPARTILHE

Esta semana nossa indicação de blog é o Blog da Saúde, uma página que promete ajudar o leitor a tirar suas dúvidas médicas. Este site foi criado para ser um grande parceiro do leitor e ajudá-lo a cuidar de sua saúde. Todos os artigos são escritos por profissionais das mais variadas áreas da saúde, que deixa o blog mais rico em detalhes e informações ao público. Atualizado diariamente, a página é uma ótima pedida para sua saúde, bem-estar e qualidade de vida. Então confira o blog!

Homepage do Blog da Saúde – Crédito: Reprodução

Blog da Comunicação indica essa semana o site Blog da Saúde (http://www.blogdasaude.com.br/). Semana que vem tem mais. Boa leitura!

Se você quiser indicar seu blog ou site para o Blog da Comunicação envie sua dica para blog@blogdacomunicacao.com.br ou deixe o link no nosso twitter oficial: @blogcomunicacao. Também temos uma página no Facebook e no Google Plus. Nos curta lá também!

TAGS: , ,

0 COMENTÁRIOS
POR Bruno Marin 5 MESES ATRÁS
COMPARTILHE

por Bruno Marin
entretenimento@blogdacomunicacao.com.br

“Se você faz um filme que tem um cunho político, se faz uma crítica, por exemplo, à mídia radical de direita, o estúdio pode pensar: ‘eu vou afastar um certo tipo de espectador do filme, o filme não vai funcionar no centro dos Estados Unidos tão bem quanto funcionaria nas duas costas’, isso por conta da política do filme.” (Entrevista com José Padilha – Diretor de Robocop, 2014)

Imagem promocional do filme “Robocop”, de José Padilha – Crédito: Vagantepop

Olá leitores do Blog da Comunicação, hoje iremos falar sobre o que é a cultura de massa e sobre como a regravação de Robocop dirigida por José Padilha conseguiu driblar esse sistema.

O que é a Cultura de Massa/Indústria Cultural? 

A Indústria Cultural é criada para atingir as massas populares, transcendendo quaisquer tipos de distinção social, étnica, religiosa, sexual ou psíquica. Ela está ligada diretamente ao processo de globalização, o qual estamos presenciando atualmente. O seu principal objetivo é homogeneizar os padrões da cultura, ou seja, tornar a cultura única e massificada, de modo que abranja a aldeia global em que vivemos e atenda a todos os tipos de sociedade.

O que isso tem haver com o Robocop?

O Robocop de José Padilha é um filme de cunho social e político, que trata sobre questões filosóficas no que se refere à violência urbana e o livre arbítrio. Como citado no início da matéria, há barreiras que a indústria hollywoodiana impõe para os blockbusters, como no caso do Robocop. Foram investidos mais de 100 milhões de dólares na produção desse filme, e como era de se esperar, os investidores ansiavam por um retorno de no mínimo 200 milhões de dólares.

É justamente nesse ponto em que entram em conflito o conteúdo do filme e a Indústria Cultural. Como sabemos, certos tipos de assuntos podem afastar certo tipo de público, por isso os blockbusters atuais de super-heróis são completamente neutros e desprovidos de quaisquer críticas sociais ou políticas. É basicamente o ato de se contratar um ator carismático e tornar o personagem massificado (aceito por todas as culturas, ou pelo menos pela maioria delas). Quanto mais público, mais lucro.

O que é de se admirar no novo Robocop dirigido por José Padilha é o esforço em transformar uma super-produção em um filme que fale realmente sobre “algo”, e isso acontece brilhantemente durante o filme.

A violência urbana

Imagem de Amostra do You Tube

Um dia ainda teremos de discutir sobre a substituição dos nossos oficiais humanos por máquinas, que irão fazer o papel de poderio bélico e protetores de um país. Mas será que uma máquina tem o dinheiro de tirar uma vida humana, se ela nem sabe o valor dessa vida?

O filme inteiro discute a implantação ou a não implantação do sistema de drones em território americano. E se criassem um humano com habilidades de robô, daria certo? Ou será que só criaram um robô com aparência humana? Essa é a grande “Q” do filme.

“Vocês têm a oportunidade de tomar ações preventivas e garantir que a decisão final entre a vida ou a morte permaneça sob controle humano”, disse o diretor-geral, enquanto o embaixador francês Jean-Hugues Simon-Michel afirmou que “LAWS são, atualmente, um desafio crescente na agenda sobre o desarmamento.” (Reunião da ONU sobre o uso de drones)

A questão da desumanização e do livre-arbítrio

Há uma área da filosofia que se chama Filosofia da Mente, que estuda o que é a consciência e todas as nossas percepções da realidade ao nosso redor. Citando o primeiro Robocop, do Paul Verhoeven, quando Alex Murphy se torna o Robocop, ele já está morto e não possui consciência. Essa é a principal diferença entre o Robocop original e o Robocop do José Padilha. Na regravação, o diretor brasileiro quis abordar temas da filosofia da mente e da consciência, e por isso optou por deixar o personagem acordar plenamente consciente após o acidente que o invalida. Na cena abaixo podemos ver o desespero de Alex Murphy: “Oh meu Deus, nada sobrou”. Ele acredita que sua humanidade foi embora.

Imagem de Amostra do You Tube

Em uma passagem do filme, o personagem interpretado por Gary Oldman (Doutor Norton), retira o livre-arbítrio do Alex Murphy. Esse livre-arbítrio e a desumanização são abordados na Filosofia da Mente. Na cena em questão, foram feitas atualizações no sistema da armadura do Robocop, que o davam a sensação de um falso livre-arbítrio, onde ele pensava que todas as ações executadas eram feitas por ele, mas na verdade eram todas realizadas pela máquina.

Imagem de Amostra do You Tube

O estúdio que produziu o filme não sabe, mas José Padilha quis que os nomes dos personagens fossem inspirados em grandes filósofos da área da mente. O cientista chama-se Norton Denett, em homenagem ao filósofo Daniel Denett, o Sellars é uma referência a Wilfrid Sellers, Dreyfus é uma referência a Hubert Dreyfus, e por aí vai. “O cineasta é um contrabandista de ideias”.

Um filme americano que critica a mídia americana

Pois é, é isso mesmo que você leu, no filme também está presente uma forte crítica à mídia americana patriota e radicalista, e isso é claramente visível em cenas como a em que o jornalista chamado Pat Novak (Samuel L. Jackson) se mostra completamente parcial ao se referir ao criador da lei Dreyfus (lei que proíbe o uso de drones em território americano) como um senador que não se preocupa com a segurança do país. Na passagem o senador expõe seu lado através de uma vídeo-conferência feita ao vivo, mas é completamente cortado pelo programa antes do término de sua fala. Isso demonstra como a mídia de hoje em dia consegue manipular as informações e as massas.

Imagem de Amostra do You Tube

E foi assim…

E foi assim que a regravação do filme Robocop driblou o sistema da Indústria Cultural tão presente em nossa vida hoje. É incrível a forma como os atores trabalharam para o filme, e não para si mesmos, todos embarcaram na ideia de criar um blockbuster que trouxesse junto consigo questões morais e políticas. A luta foi difícil, mas José Padilha conseguiu deixar sua assinatura nesse novo Robocop, e vimos uma super-produção de mais de 100 milhões de dólares transmitir aos estadunidenses mensagens tão intrínsecas a nossa vida ultimamente, e questões que provavelmente serão abordadas pela ONU daqui há alguns anos, como a questão do uso de drones no lugar de humanos no que se refere ao poderio militar.

É um filme que não se importou se ia afastar certos tipos de público pelo seu conteúdo, seu objetivo maior foi passar uma mensagem. Para mim, está classificado com muito orgulho como a Ovelha Negra da Cultura de Massa Hollywoodiana. Esse filme é recomendadíssimo, então assistam. Acho que vou até correr agora para assistir de novo!

Siga-me no Twitter: @omeninodofarol
Siga o Blog da Comunicação no Twitter: @blogcomunicacao
Curta a página do Blog da Comunicação no Facebook: https://www.facebook.com/blogdacomunicacao

Imagem de Amostra do You Tube

TAGS: , , , , , , ,

4 COMENTÁRIOS
 
 
Powered by Hotcourses Brasil
 
ApostasOnline.com: Apostas de futebol nos campeonatos brasileiros e mundiais