POR Fernanda Garcia 5 ANOS ATRÁS
COMPARTILHE

por Fernanda Pereira
blog@blogdacomunicação.com.br

Quando você vê alguém em uma cadeira de rodas, logo imagina que aquela pessoa não tem uma vida sexual ativa e saudável, pensa que nada da cintura para baixo “funciona”, certo? Errado!

É comum para quem não tem nenhum tipo de limitação física e também não convive com cadeirantes, imaginar que eles não desfrutem de uma vida sexual como a de um “andante”. O pensamento da maioria das pessoas gira em torno do movimento do corpo e, quando alguém não pode andar, também não pode usar o que fica da cintura para baixo. O professor universitário de educação física, Rodrigo Tadeu Silva Ferreira, que em 2008 completa 11 anos de lesão na medula, explica que a limitação física e a cadeira de rodas trazem a falsa impressão de inatividade e monotonia. “Mas no meu caso não, eu tenho boa mobilidade e sou bem habilidoso sexualmente falando”, garante o professor.

Rodrigo, hoje com 35 anos, era ginasta quando ao realizar um salto duplo mortal para frente, caiu e deslocou as vértebras cervicais. Ele, que já era formado em educação física, enfrentou cirurgias e muitas sessões de fisioterapia. Hoje mora sozinho e realiza todas as tarefas do dia-a-dia sem o auxílio de outras pessoas. Deixou de trocar passos para tocar as rodas. “Faço tudo sozinho, sou independente. Vou para festas, dou aulas na faculdade, namoro, estudo. Toco minha vida sobre rodas numa boa”, conta Rodrigo.

A psicoterapeuta e psicodramatista Magda Gazzi, explica que nos homens o desejo sexual permanece inalterado após uma lesão, mas a vida sexual depende de muitos outros fatores além de somente estímulos físicos como, toque, beijos ou carícias. A forma como se pensa o sexo passa a ser muito importante, os sabores, os cheiros, os sons, todo o clima que antecede o ato sexual passa a ser extremamente importante. “A ereção depende do nível da lesão e se é ou não completa. Os estímulos visuais, por exemplo, responsáveis pela ereção psicogênica, passam a ser muito importantes já que nem sempre o corpo responde de imediato ao toque”, explica Magda. Após uma lesão, é comum perceber a ereção dificultada, sensibilidade diminuída e até ausência de ejaculação. “Existe uma cultura machista que sinônimo de masculinidade e virilidade é ter pênis ereto e penetrar a mulher. Com o tempo descobri que ser homem é muito mais que isso e que não é ‘pau duro’ que as mulheres querem e sim um homem no modo de ser completo”, esclarece Rodrigo, que além de professor é campeão de natação e atletismo em jogos paradesportivos.

A ejaculação é um processo fisiológico e o orgasmo é um processo sensitivo, portanto, pode haver orgasmo sem ejaculação e ejaculação sem orgasmo. “Ocorrem quase ao mesmo tempo, mas não são a mesma coisa”, garante a psicoterapeuta Magda Gazzi. A lesão afeta todo o corpo, inclusive a função sexual. Assim é necessário inventar e descobrir novas formas de amar, com muito carinho e cumplicidade tudo se resolve. “O toque, os beijos, o calor do corpo, os lábios, a língua e as carícias tornaram-se ferramentas importantes e, apesar de existir a penetração ela não o principal”, complementa o engenheiro de software e técnico de sistemas Hélio Araújo Portela, 38 anos, há 18 lesado medular.

E nas meninas?

Várias mulheres com lesão permanecem férteis e capazes de gerar um bebê. A menstruação geralmente pára logo após a lesão, mas o ciclo menstrual volta ao normal em no máximo um ano. Depois desse período a mulher pode engravidar, desde que realize o acompanhamento médico e se atente a alguns pequenos cuidados. O risco de infecção urinária, por exemplo, é maior. Alguns estudos na área mostram que elas demoram mais tempo para alcançar o orgasmo, mas ainda que ele seja uma sensação de prazer intenso, a satisfação sexual em si não requer orgasmo. “Depois do acidente, percebi que era preciso adquirir habilidade para outros pontos de sensibilidade. Aprendi que meus seios estavam super sensíveis, as orelhas, pescoço até as mãos ficaram mais sensíveis”, confirma Bianca Kallil, 26 anos, designer de móveis que sofreu um acidente de carro aos 19.  “Nas mulheres, a resposta sexual funciona da mesma maneira que nos homens, porém, como não tem ereção declarada, fica “mais fácil” manter o relacionamento sexual. Porém tudo depende muito do nível da lesão, tanto nos homens quanto nas mulheres”, afirma Magda Gazzi, que também é colaboradora do Projeto Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. O projeto destina-se à assistência, ensino, pesquisa e prevenção dos transtornos da sexualidade, bem como a serviços junto à comunidade.

Além de todas as técnicas físicas para dar e sentir prazer existem ainda as evoluções da ciência, que possibilitam uma maior qualidade para o ato sexual, por exemplo, as pílulas a base de sildenafila, como Viagra, Levitra e outros usados no tratamento da disfunção erétil no homem. “O medicamento melhora o que já existe, há necessidade de existir excitação, desejo e um esboço de ereção para que tenha o efeito esperado. Ele não provoca essas sensações, isso é da pessoa, da situação”, explica Rodrigo.“Sem o remédio dá pra levar, mas com ele a qualidade da transa é outra”, afirma o estudante de Letras, João Manuel Ardigo, 37 anos, autor de dois livros que contam sua trajetória de recuperação após ser atropelado por um caminhão há 11 anos.

O prazer que vem do sexo acontece de muitas maneiras diferentes. A experiência de novas táticas associadas a boa comunicação entre os parceiros são as chaves para uma vida sexual satisfatória, em todos os casos. É possível viver bem numa cadeira de rodas e com qualidade, nem tudo é 100% bom ou 100% ruim. “Quando me perguntam como é estar na cadeira, digo que eu gosto e eu tenho de gostar porque poderia estar pior. Muita gente fica pasma pensando que sou louco, mas na verdade é ela que me leva aos lugares. Penso na cadeira de rodas como um objeto que traz benefício e não como muitos enxergam como algo ruim e assustador”, conclui Rodrigo.

Uma vida nova

A incidência de lesões medulares traumáticas no Brasil é alta. Estima-se que ocorram cerca de 11.300 novos casos por ano. São muitas as formas de acidentes causadores desse tipo de lesão, as mais comuns são acidentes no trânsito, armas de fogo e desajeitados mergulhos em rios, piscinas ou lagos muito rasos. Quando a medula espinhal é afetada por problemas como tumor, hemorragia, infecções, acidentes vasculares entre outros, a lesão é chamada de não-traumática. Após um ferimento na medula, a pessoa perde os movimentos do nível do local afetado para baixo, pode ser uma paraplegia (paralisação de pernas, tronco e órgão pélvico) ou tetraplegia (paralisação de braços, pernas, tronco e órgão pélvico). A lesão ainda pode ser completa ou parcial. “A completa é considerada definitiva, pois o paciente perde todas as funções sensitivas e motoras abaixo do local afetado. Já a parcial pode ser reversível, já que o paciente pode ter algum movimento voluntário ou sensação abaixo da lesão”, explica o professor doutor em neurocirurgia, Adelmo Ferreira.

A medula espinhal é como um fio elétrico, às vezes é possível reconectar os cabos, mas em alguns casos, eles são irremediavelmente danificados, como se tivessem sido cortados com uma tesoura, ela regula não só as funções motoras, como as respiratórias, circulatórias, excretoras, sexuais e térmicas. Por isso o processo de reabilitação é longo e um desafio para profissionais e para o próprio paciente. “No começo há uma confusão de sensações, ficamos decepcionados com isso. Tentamos adivinhar o que estamos sentindo e, às vezes não sentimos nada. Nessas adivinhações algumas acertamos, mas a maioria, erramos. O tempo ensina a viver com a nova situação, tirando dela o que há de melhor”, declara o professor Rodrigo Tadeu.

Crédito das ilustrações: Google Images

TAGS: , ,

107
COMENTÁRIOS
MAIS SOBRE Fernanda Garcia
, 25 anos. Sou a filha mais nova e inconseqüente de uma família paulistana, uma paulista solta nesse mundão de meu Deus. Estudante do 3° ano de Comunicação Social - com habilitação em Jornalismo na UFMS (Universidade Federal do Mato Grosso do Sul). Nunca pensei em ser jornalista por dinheiro, pra ficar rica, pra aparecer na TV, pra ser famosa. Jornalismo para mim está muito além de tudo isso. Quero contar as boas histórias do cotidiano, da vida real, das pessoas comuns de todos os dias. Jornalismo é arroz com feijão, todo o resto é uma mera fantasia da profissão. Me decidi pelo Jornalismo muito antes de entrar na faculdade, e hoje vivo a certeza inconstante de que ele é tão indissociável de mim quanto a vodcka do limão. Sou uma “ledora” inveterada, leio tudo o que me cai em mãos, leio o tempo todo. “Escrevedora” compulsiva, viajante apaixonada, adoro música e às vezes ataco de cantante. Mas gosto mesmo é de café, forte. O Blog da Comunicação é meu primeiro trabalho na área, com prazos e temas a cumprir e vou trabalhar com paixão e acima de tudo personalidade para fazer desse espaço algo que valha a pena, não só para quem escreve, mas acima de tudo para vocês que lêem.
CONFIRA TODOS OS POSTS DO AUTOR
  • Guilherme Freitas

    É por isso que todos os seres humanos são iguais e devem ser tratados sem discriminação.

    • http://gilniceferreira@hotmail.com Gilvanice

      Concordo sem discriminação nada de preconceito a vida de pessoa que tem deficiencie fisica e igual a de todos so tem algumas limitações.

    • Mari

      “Tenho 28 anos, convivo com um cadeirante a 4 meses.Tenho uma vida hiper normal, inclusive sexualmente falando.Meu esposo é maravilhoso em todos os aspectos,costumamos dizer sempre um p o outro,somos carne e unha.Nos nos indentificamos muito bem em tudo q fazemos,e assim vivemos uma vida normal e muinto prazerosa,e a cada dia, aprendo mais com ele.”

  • http://joaoaquila.com joão áquila

    é isso aí!
    devemos tratar de forma igual
    inclusive no sexo

  • http://moemaemdebate.blogspot.com/ rosangela

    Muito informativo, eu não sabia de uma serie de coisas… srsr
    E concordo com o colega acima.. discriminação é burrice!!

    abç..

  • http://ideiasdemocambique.blogspot.com Egidio Vaz

    Obrigado Guilherme.
    Estaremos juntos a partir de Agosto.
    Abracos.
    E.

  • http://backofjoy.blogspot.com/ Thaís

    Parabéns por tratar um assunto que hoje, muitas pessoas não dão a devida importância :)

    Seu blog está ótimo

    - Depois visite o meu ;)

    . beiijo

  • danisiinha

    puxa super interessante seu post… informativo e cuidadoso..
    otimo..
    é bom dismistificar certos asuntos… relamente a mioria das pessoas acredita que um cadirante não é ativo sexualmente… oq na maioria das vezes não é verdade como vimos no texto..
    parabens….

    • DUNHASILVA

      SOU CADEIRANTE FAZ 23 ANOS, COMO PODEM VER ESTA TUDO NORMALZINHO…..

      • manoel lins

        e isso ai respondeu tudo sem palavras mostrando na pratica parabéns sempre para nos, e independentemente de ser deficiente físico a vida existe a mente funciona o amor prevalece intacto, e todos nos seres humanos quer seja bom de saúde quer seja especial deveríamos amar uns aos outros incondicionalmente….

  • http://relationchic.wordpress.com/ Lucas

    É hora de acabar com esse preconceito de que os deficientes fisicos não tem vida sexual. Não podemos julgar uma pessoa, sem realmene saber sobre ela. Adorei o post.

    Hauhauhau.

    http://relationchic.wordpress.com/

    • manoel lins

      1 obs abençoado em hipótese alguma devemos discriminar ou menosprezar ninguém afinal de contas todos nos somos seres humanos digno de respeito e consideração por parte de todos os indivíduos da sociedade. 1 deficiência não o torna pior que ninguém e apenas 1 fase da vida que cada 1 tem que conviver quando e imposta a nos.

  • http://rossatovariedades.blogspot.com/ Marcos Rossato

    Excelente artigo, realmente me agregou conhecimentos importantissimos, sempre fica aquela nuvem na cabeça quando se trata deste tipo de assunto e foi uma bela iniciativa aborda-lo e tentar abrir mais a mente de seus leitores parabens…
    suscesso ae, abraço…

  • http://jornalistaruitherferrao.blogspot.com Ruither Ferrão

    Fernanda, sempre gostei dos assuntos ligados à área da saúde. Aprendi muito com a sua excelente reportagem. Parabéns pelo ótimo trabalho e obrigado pela visita ao meu blog. Um abraço e boa sorte.

  • http://www.baiaodetudo.blogspot.com Edu França

    Igualdade para todos e boa sorte, pq esse seu caminho não é nada fácil em nenhuma parte do mundo

  • http://nocantinhodare.blogspot.com Renata

    Tah certo!!! Esse negócio de pensar que pq alguém perdeu alguma habilidade, não consegue fazer mais nada é muito errado!!!Os cadeirantes são muito capazes e conseguem levar a vida adiante, pois o ser humano é adaptavel….

  • http://2temposs.blogspot.com/ Newton

    bem interessante meu, acho que tem que acabar com o preconceito alias deficiente tbm é gente pow

  • Patrícia Belarmino

    Ai, Fer, mto boa a sua matéria.
    Tratou de coisa séria sem perder o bom humor. Isso que é bom.
    ;)

  • http://www.diariodadre.blogspot.com Drê

    Karacaaaa será q assim na faculdade msmo!?
    não me diga! Eu sofro por antecipação!
    Ai MEU DEUS!!!
    hhehhehehe
    Bjul

  • http://backofjoy.blogspot.com/ Thaís

    - já tinha comentado, mas só uma pergunta : posso te linkar ?

  • http://assimcomovoce.folha.blog.uol.com.br Jairo Marques

    Foi bem melhor do que o meu post sobre o mesmo assunto! Parabéns por uma contribuiçao tao valiosa em uma temática tao delicada (ui). Beijos

  • http://lualuanalua.zip.net Malu Filézio

    Parabéns fofucha!!! Voltou com força total…beijãozão,

  • James Freitas

    Muito bom o post!
    Apresentou o maneira de uma maneira muito legal!
    Parabéns!!!

    bjss

  • Natalia Geraldi

    Parabéns pelo texto, Fernanda!
    Muito bem escrito. Criativo, interessante, informativo e esclarecedor.

    Sucesso!

  • Edilene

    Uau!! Muito interessante!!!
    Gostei de saber mais sobre o assunto, ficou muito bom!!

  • Ethiene

    Sabe quando vc lê uma coisa pq vc tem certas dúvidas sobre o assunto? Entao, esse texto respondeu às minhas expectativas e foi além. O tema foi bem abordado!

  • Marcello

    Incrível como tiramos uma certa impressão das coisas sem ao menos sbaer sobre o assuntoooooooo. Maravilhosooooooooo o texto parabéns.

  • Alpha

    Parabéns!
    muito bem escrito,
    ótima abordagem do tema…
    vc vai longe!
    bjs

  • Deise

    Fernanda, muito bom mesmo,
    Parabens!!!!!!!!!!!!

  • Natália

    Nossa minina! Muito interessante a matéria, adorei. A gente só tem medo e discrimna aquilo que não conhecemos. Gostei bastante!

  • http://entrepontosevirgulas.blogspot.com/ Sonia

    Oi, Fernanda!
    Parabéns pelo post. Vc conseguiu dizer o máximo no mínimo.
    Aprendi muito com ele e gostei do seu blog. Linkei vc.
    Bom fim-de-semana!

  • Pedro Berocan

    Gostei muito da matéria, parabéns!
    Esclarecedora e interessante.
    Beijo

  • Fer (2) rs

    Parabéns pelo post e pela iniciativa!
    Vc abordou um tema interessantíssimo de forma clara e objetiva… sem deixar de lado o toque pessoal! :-)
    Certamente agregou conhecimentos a muitas pessoas, inclusive a mim!

    Parabéns mais uma vez!

    Um grande bjo…

  • Fabricio Barbosa

    Ótimo, já tinha dito. Adorei ver postado aqui, parabéns por ter conquistado mais este espaço.
    Abraço

  • Bianca Kallil

    Olá Fernanda, fico muito orgulhosa em perceber que tratou o assunto de forma madura e sensata.
    É uma bobagem achar que seu texto mudará os olhares, mas com certeza, algumas sementinhas de reflexão foram jogadas ao solo.

    Parabéns!

    Conte sempre comigo para o que precisar. Sou uma “cobaia” fácil de lidar… risos

  • http://www.tocandoasrodas.blogger.com.br Tabata

    Sexo, hummmm…!
    Esse é um assunto que todo mundo gosta, quer saber, mas que a maioria não tem coragem de perguntar! hehehe
    Pra quê se privar das coisas BOAS da vida, né não!?

    Mandou bem! Bjim!

    Tabs!

    http://blog.movimentosuperacao.com.br

    http://www.tocandoasrodas.blogger.com.br

  • Pingback: » Blog Archive » SEXO SOBRE RODAS

  • LEANDRO KDEIRA

    Mandou super Bem!!
    falou o que todos querem saber,mas poucos tem coragem de perguntar.

  • http://curvasconcretosquadris.blogspot.com Valéria Freitas

    Fernanda, vim agradecer. Primeiramente, sua visita ao meu blog, tão largado que tenho deixado…e pelo fato d eter apreciado o que encontrou nele. Segundo, por fazer uso da palavra como pipa mesmo. Dessas que voam para o alto e sem direção concreta, mas cheia da aventura honesta. Afinal, uma boa palavra além de ter seu lugar no mundo, sempre cai bem, em qualquer lugar. um carinho aí pra você. eu volto! :)

  • Santiago

    Escrever é isso. Nada como uma boa pesquisa, o jeito certo, a palavra correta e a idéia sem preconceitos, a fonte com conhecimento de causa. Boa a matéria. E que as outras sejam melhores. Sempre.
    Abraços!

  • Luciane Miyata

    Maravilhoso o texto!!!
    Sem palavras para descrevê-lo, também porque tudo que acho já foi dito nos outros comentários. Parabéns!!!

  • Fernanda

    Fernanda parabéns excelente máteria.

  • Serginho

    é isso aí gatinha… somos o que somos e vivemos akilo q falamos!

  • Cris Camis

    Perfeita a colocação,clara e objetiva,sem rodeios…
    Mais um ponto obscuro esclarecido.
    Quem nunca parou para pensar em como os cadeirantes se relacionam sexualmente?Respondido
    Fernanda grata por esta matéria.

  • Carlos Prudente Leite

    Se todos são iguais perante as leis , não poderia ser diferente diante dos infortúnios e dificuldades da vida.
    Não pode ser excludente o sexo, o amor, o tesão, na vida do ser humano que por uma fatalidade foi confinado à uma cadeira de rodas para dar seqüência à sua existência neste planeta.
    Enquanto há vida há esperança para a cura do mal que nos aflige, porém enquanto a cura não vem, vivamos então a própria vida, como ela se nos apresenta no momento, com muito amor no coração, muito sexo e muito tesão.

  • mila

    Adorei o texto. Sempre que pudermos escrever sobre sexo sobre rodas é bom, pra desmitificar. Pras pessoas saberem que não é nenhum bicho-de-sete-cabeças.

  • http://ticitici.blogspot.com Tici

    Valeu a iniciativa de falar do assunto! Muio muio importante! Cheguei aqui pelo mão na roda, que lincou a matéria.
    Beijo!

  • http://segundapele.blogspot.com Su

    Nossa, achei seu texto por acaso!
    Tudo de bom!!!
    Que a informação seja proliferada!!
    Ótimo!
    E é bom hein?!?! rsrs

  • Naldo

    Parabens pelo conteúdo!
    Escrareceu muitas dúvidas minhas sobre o assunto comentado!

    E parabens tambem pelo seu blog!

    Felicidades e Sucesso!

    bjuss…

  • Mayara

    putz…É legal encontra pessoas que se preocupam com a difereneças e que tentam diminuir a desiguladade entre os sere…parabens adorei ler e adorei saber que ha pessoas interesadas..

  • Ligia

    Adorei a materia,sou deficiente fisica e acho muito legal falar sobre sexo que é um tabu para toda sociedade ainda mais falando de deficientes fisicos,parabéns.

  • http://cadeiraderodas.blogspot.com Cassiano

    Infelizmente ainda existe falta de informações por parte da maioria da população.
    Sou cadeirante há 9 anos, Casado há quase 1 ano.
    Tenho uma vida sexual de dá inveja a muitos chamados”Normais”. Tenho ereções e sinto tesão sempre! todos os dias.
    As vezes minha mulher é que nega fogo…

  • Glaucia Motta

    Olá Pessoal sou Glacia Motta,

    Sou cadeirante a 29 anos, meu caso é um pouco diferente :Tetraparetica. Quero deixar registrado que simplismente amei o todo do contexto abordado sobre “Sexo sobre rodas”. E que principalmente somos pessoas que sente, pensa, e que vive como as outras, porém com algumas limitações.

    Bjos a todos!
    Glaucia Motta.

  • Josué

    Só tenho a parabenizar esse genio, que elaborou esse espaço.

  • welton cadeirante

    Parabéns por abordar um assunto tao delicado e tirar a duvida de muita gente… continuem assim!! Um gramde abraço…

  • http://oi Paulo Carreira

    simplesmente fantástico,jinho

  • Paty

    Adorei este documentario, eu tambem me encontro numa cadeira de rodas e penso da mesma forma.
    O díficil é a mentalidade das outras pessoas!
    Mas bom, o mundo ta evoluindo e concerteza as pessoas também vao acompanhar essa mudança!
    Bjinhsss

  • Dani B.

    Muito legal a materia msm heim..
    há exatamente um mes estou com um rapaz maravilhoso que sofreu uma lesão há uns 4 anos, eu nunca tinha imaginado como era a rotina e nem sabia mt sobre o assunto, agora me interesso por td.
    Qm sabe c a novela q ta passando as pessoas abram + a sua mente pq sem kerer a mídia tem grande influÊncia nesses tipos de assunto né,.
    Enfim.. dá p sair, se divertir fazer d td e é tão normal q até eu me surpreendo.

  • Manuela

    Adorei o matéria ,tbm sou cadeirante 26 tiver paralizia infantil eu mesmo muitas vezes tinha preconceito comigo mesmo,mim perguntava como pode eu cadeirante da prazer e sentir prazer ,+ atualmente sou super feliz na vida sexual sim sou capaz de tudo sim sentir e dar muito prazer, aprendir estimluar com meu namorado diversos lugares com toque caricias e somos super realizados.

  • Manuela

    Manuela disse:
    17/01/2010 às 3:10

    Adorei o matéria ,tbm sou cadeirante 26anos tiver paralizia infantil eu mesmo muitas vezes tinha preconceito comigo mesmo,mim perguntava como pode eu cadeirante da prazer e sentir prazer ,+ atualmente sou super feliz na vida sexual sim sou capaz de tudo sim sentir e dar muito prazer, aprendir estimluar com meu namorado diversos lugares com toque caricias e somos super realizados.

  • RANNIERY

    “Oi gostei muito dessa materia pois estou a 1 ano na cadeira , e hj q estou me adaptando ao mundo , pois a minha namorada me ajuda muito a cada dia , e hj vejo tudo diferente pois num gostava de sair pelo fato de todos esta me olhando ai eu num saia , e hj vejo q esse medo estava em min !! e ainda to descobrinco coisas novas e sei q DEUS vai me ajudar a viver nesse mundão dele assim !!! pq tenho uma familia q me ama e uma namorada q e tudo na minha vida e eu a amo muito !!! abraços a todos …

  • Cadeirantejf

    Olá, pessoal! É um prazer imensurável participar desse blog. Eu estou DEZ anos paraplégico LM, e sou muito felíz assim. Eu já tive várias namoradas e hoje eu estou enrolado com uma jovem de 18 anos que é línda e que cuida muito bem de mim. Nós dois temos uma vida sexual +ou- mas estamos levando a vida. Ela e eu fazemos sexo com penetração três vezes por semana e sem penetração, também três vezes. Parece mentira, mas vcs podem crêr: Eu não tenho sensibilidade da sentura para baixo em nem controle fisiologico, mas mesmo assím eu tenho ereção um pouco duradoura e só consigo ejacular por meio de masturbação. quando eu quero ejacular dentro da minha mulher, eu faço o seguínte: Na hora da mastubação, quando estou quase para gozar, eu peço para ela sentar em cima do meu pênis e continuar com os movimentos até eu ejacular. A sensação que eu tenho da cintura pra cima é sem ígual. é diferente de tudo! É muito gostoso!!! É sem igual!!! Hoje a minha mulher estar grávida de oito meses. Eu estou muito felíz por que eu vou ser papai. Eu amo crianças!!! obs: eu não uso nenhun tipo de medicamento que provoca ereção. Fique na paz!!!! Bjos!!!!

    • sintia

      Estou namorando um rapas que e cadeirante, Eu o amo muito,mas tenho muita dificuldade no sexo.E eu nao sei o que fazer para ele senti prazer queria muito fazer isso.Ou entao corre o risco de eu perde ele. Eu nao queria perde ele amo muito ele.me ajuda

  • Paty

    Queria dar meus parabens por todos os depoimentos aqui mencionados…
    Sem dúvida são pessoas de muita sorte e coragem!!!
    A vida continua mesmo e graças a Deus aparecem pessoas boa na nossa vida…
    Eu tb sou cadeirante vai fazer 10 anos e tento lutar para ter uma vida legal, contudo ainda n apareceu uma pessoa na minha vida e que traga assim mais luz e felicidade…

    Adorei esta matéria!!!
    Beijos e tudo de bom para cada um de voces…

  • Andreza Lima

    Fantástica a sua reportagem…
    Adoreii tanto ao ponto de ser o tema que vou apresentar na escola sobre sexo…
    Será exatamente o meu trabalho…

    Parabéns por se enteressar por um ssunto tão esquecido, comentado e informativo…
    Felicidades a todos…’

  • fabiana

    E muito interesante ver que para ser mãe não tem limites , e que um cadeirante pode levar uma vida normal e feliz apesar de tudo, para muitos o fato de se tornar um cadeirante e um pesadelo mais com os depoimentos escritos vemos que não e bem assim, só sera uma nova experiencia a vivermos.

    fabiana de maricá

  • karina Cavalcante

    Conheci uma pessoa muito especial pela internet e ele é cadeirante,tetraplégico desde bebe… ele é apaixonante, sou louca por ele, estamos juntos há 1 ano e nao temos nenhuma dificuldade para ter relação sexual,e qualquer problema que temos com amor se resolve, ele tem ereção normal, ejaculação tb, tem sensibilidade normal no corpo todo.

  • http://www.cliquesexshop.com.br romario

    muito bom ….

  • Sandro Mesquita

    Muito bom o texto, realmente elucidativo, e uma porta a mais para quebrar tantas barreiras que enfrentamos. Só senti falta de mencionar o lesado medular congênito, ou seja, aquele que já nasceu com deficiência.

    Um abraço, e parabéns pelo trabalho.

  • Fabio Alves

    gostei da matéria…

    posso colocar no meu blog…

    estou montando um, e tudo que seja bom pra divulgar sobre nós é muito válido….

  • fabi

    procurei informaçoes pois conheci um cadeirante na net e estou encantada por ele.suas informaçoes foram mt uteis.vlw!!!!

  • tania

    oi.. estou casada com um rapaz defeciente motor, tens uma relaçao sexual normal. mas tenhos duvidas e nao o confronto para nao magoar,Sera que ele consegue ter filhos?? ele tem um traumatismo na medula mas ele nao é parapelégico..
    dsculpa se n for o sitio certo para colocar a ninha prgunta.. obrigado

  • moara pereira

    muito bom esse site adorei
    meu namorado e caderante e é bom saber

  • Carolina

    Fernanda,

    Parabéns!
    Simplismente show de bola o seu blog!
    Sou uma curiosa iveterada como você!
    Também adoro ler e descobrir novos horizontes!

    Espero que este não seja apenas um trabalho para a faculdade, mas, que você possa mantê-lo a fim de continuar esclarecendo alguns mitos e até alguns fatos, por que não?!

    Enfim, boa sorte pra vc!!

    Bjs
    Carol

  • http://lucianozeindin@hotmail.com lucianodos anjos

    ola sou cadeirante tenho muitas duvidas ,a principal é saber sera que um dia terei um amor verdadeiro?

    • manoel lins

      Sim claro, so que você precisa aumentar e depositar mais sua fe em DEUS, porque DEUS jamais desampara 1 filho seu, e e através do amor dele que tem para com você que ele vai lhe proporcionar 1 verdadeira MULHER, mulher essa que vai lhe amar como você e não como ela quer, confia no SENHOR tao somente. e busca nele todas as respostas para sua vida,
      há e eu tbm sou cadeirante não tenho 1 grande AMOR, mais nunca perderei a esperança, enquanto há vida esperança e sonhos tudo e possível acreditando sempre em DEUS obvio……

  • heloisa

    Estou completamente apaixonada por um cadeirante,ainda nao fizemos amor…mas tenho a certeza que tudo dará certo.com amor tudo fica melhor.

  • heloisa

    OBRIGADA POR TANTAS INFORMAÇOES…..VALEU

  • Gilberto

    Ola eu sou um cadeirante lesão medular por um tiro bala perdida hoje tenho 39 anos quando levei tiro tinha 19 anos então são 20 anos cadeirante sou casado ha 11 anos tenho uma filha de 9anos e o sexo e normal e a vontade tambem a vida continua

  • Gilberto

    Ola eu sou um cadeirante lesão medular por um tiro bala perdida hoje tenho 39 anos quando levei tiro tinha 19 anos então são 20 anos cadeirante sou casado ha 11 anos tenho uma filha de 9anos e o sexo e normal e a vontade tambem a vida continua

    gilbertoartevisual@hotmail.com

  • http://web Ed Machado

    Olá sou cadeirante a 13 anos devido um acidente de moto, lesão na L1,L2, sempre gostei de sexo e hoje estou melhor, sou casdo tenho 3 filhos e sou agricultor, produtor de frutas irrigadas, sou atuante diretor de uma cooperativa , adorei a materia, ja sair com muitas mulheres curiosas, elas qria fazer sexo na cadeira. Abraços

  • http://cadeirante.guerreiro@hotmail.com Gente adiciona meu msn

    galera vou deixar meu msn aqui pra quem quiser conversar se eu puder ajudar e vc puder mim ajuda tirando alguma duvidas ! esta aqui cadeirante.guerreiro@hotmail.com

  • http://blogdacomunicaçao mary pereira

    oi fico feliz em ver que tem pessoas com iniciativas em dar boms exempls de vida para os cadeirantes namoro um cadeirante ha um ano e ou muito feliz com ele temos uma vida sexual maravilhosa. abraços para todos .

  • http://blogdacomunicaçao mary pereira

    namoro um cadeirante ha um ano e temos uma vida sexual maravilhosa.

  • leo

    sou tetraplégico nao sinto do peito pra baixa,queria saber como faço pra o penis ficar duro si tem algo remedio

  • isa soares

    Namoro um rapaz cadeirante há 6 meses,o q eu mas gosto q a sensibilidade está em me agrdar ,quando fazermos amor ele me toca ,me acaricia e me beija muito mas q em qualquer relacionamento q tiove com homens andantes.Ele não tem sensibilidade da cintura para baixo mas consegue ter ereções e usamos viagras para melhor penetração mas de tudo mesmo é saber q estamos juntos pois nos amamos beijos… adorei e quero sabere muito mas sobre os cadeirantes depois q eu conheci.. ficam com DEUS pois ele ´o Maior

    • http://deusonipresente@hotmail.com marcones barbosa

      ola amigos fico feliz em saber que vcs estao bem pois faz 6 meses que mim acomteseu um a cidente e eu tou paraplegico e gostaria de saber como fazer para ser feilz como vcs,poi 6 meses a minhas pernas queimam muito que eu quero sumir e nao posso,fora o formigamento que é inesplicavel nao sinto nada da sintura pra baixo nao sei como posso ser feliz assim se alguem poder mim resp add.(deusonipresente@hotmail.com

  • NIL

    OI EU SOU CADERANTE, OR QUER AS MAIRIAS DAS MULHERES DEICHMANN OS CADERANTES TEM MULHERES QUE É UM LIXO MESMO NE? SÓ PORQUE É CADERANTE AGORA + ANTES MUITAS SABIA SONGAR DO CARA COMER AS CUSTA DELE NE VAMOS SER + HUMANOS E ACEITAR O QUE A COMTECEU E NÃO A BANDONAR COMO VEM FAZENDO MUITAS MULHERES POR AI ENTÃO ISSO FICA DE A VISO P/ AQUELAS QUE NÃO TEM GARRA P/EM CARAR AS COIAS COMO ELAS SÃO.. UM ABRAÇO A TODOS DEUS SEJA LOUVADO!!

  • Fábio Sampaio

    Sou cadeirante há sete anos, sempre namorei e nunca durmi na casa de nenhuma pessoa que estou ou estava curtindo, sempre elas que vem aqui em casa porque tem um espaço mais ou menos para andar com a cadeira e a cadeira é elétrica é grande, já tentei variar hipótese, uso muletas, mais como me acostumei a andar de cadeira, fica difícil, mesmo sabendo q tenho força nos braços e nas pernas muito pouco, não sei como agir.

  • http://recife marcones barbosa

    OLA E AEW COMO ESTAM VCS EU ESTOU SUPERBÉM POIS ESTOU SUPERANDO TODOS OS OBSTÁCULO DA VIDA. TOU VIRADO NO CABELO A BRAÇOS A TODOS (deusonipresente@hotmail.com)

  • Netto

    Boa tarde!
    Estou recorrendo a esse blog por que nele achei algumas informacoes que me chamaram a atencao e tambem por que estou precisando de ajuda. Eu sou um paraplegico lesado medular de nivel T10 (lesao incompleta) há uns 19 anos!  Tenho uma parceira que a gente se relaciona sexualmente de vez enquando, mas eu nao tenho um bom desempenho sexual com ela, pois tenho dificuldades em ter erecoes. As vezes nao entendo, pois quando estou assistindo um filme erotico consigo me masturbar e ejacular, mas quando estou com ela nao consigo ter uma erecao o suficiente para penetra-la e isso me deixa muito preocupado. Será porque isso acontece?  Por favor me ajudem!   E-mail: jbneto.bsb@gmail.com

    • DunhaSilva

      Tome um estimulante sexual, sua erecáo vai durar bastante….

  • Daysi

    SOU CASADA A 2 ANOS COM MEU ESPOSO QUE É DEFICIENTE FISICO A 15 ANOS ,E POSSO DIZER DE BOCA CHEIA QUE NUNCA FUI TÃO AMADA E FELIZ …ELE É MARAVILHOSO E NOSSA VIDA SEXUAL É OTIMA ,CADA VEZ DESCOBRIMOS ALGO NOVO .  

  • Vanderson_menezes

    as vezes as pessoas sao ignorante por falta de informação sou cadeirante mais tenho uma vida sexoal normal 

  • www.ciadopecado.com.br

    infelizmente o preconceito existe, matérias como essa ajudam a quebrar tabus impostos por uma sociedade pouco instruida. Parabéns !

  • Nilton Cesar360

    pena q no nosso paiz a saude ja faliu sou caderante a 18 anos e cada dia q passa eu morro um pouco fisicamente  

    • faby

      meu namorado tem uma ferida assim e isso não me impediu me amalo muito ele tambem é caderante eu achei ele perfeito na sua melhor forma na alma todos tem o direito de ter felicidade eu estou feliz e quero mostrar a ele que ele pode tudo vc tambem conseguira

    • manoel lins

      eu já tive algumas tbm, porem e necessário ter muito cuidado ter 1 boa alimentação, fazer 1 boa asepxia, evitar ficar deitado ou sentado muitos períodos em cima e ter 1 boa mente e muita paciência, vale salientar que colchoes de ar e muito bom 1 cadeira com acolchoada e almofadas de ar ou agua ajuda muito, e ser feliz ter muita fe em DEUS e acreditar que dias melhores virao e nunca perder a esperança, sou cadeirante tbm lm t11 e 12 abcs sinceros e melhoras pra você…

  • Deda

    Gostei muito deste Blog, tenho 45 anos e sou cadeirante desde os 22 anos, tive uma lesáo medular nivel T5 , apesar da ter ficado com sequelas na sexualidade como a ejaculacao e o orgasmo que náo voltei a sentir, tenho a erecáo reflexa e com um estimulante sexual dou uma turbinada e ficamos fazendo umor por umas 6 horas, preferimos fazer dentro do meu carro em meio a natureza, isso e melhor que motel 5 estrelas (RSRS).. náo me sinto inferior em relacáo a um andante, e o fato de náo ejacular e nem gozar isto náo me faz falta alias tenho mais apetite sexual hoje que antes, tenho uma namorada muito gatinha e a nossa vida sexual e otima , pois eu proporciono muito prazer a ela, faco ela ter de 5 orgasmos ate mais dependendo do tempo, o segredo para isso tudo e muito carinho e trabalhar bem a lingua no ponto certo..

  • SIL

    oi sou a sil e namoro um cadeirante sabe meu namorado ele e maravilhoso nossa vida sexual e uma maravilha ele e muito carinhoso ficamos hrs fazendo amor ele e demais ele me da muito prazer tenho varios orgamos ele e de mais td nele e muito bom beijos caricias adoro fazer amor com; nos damos muito bem na hr do sexo ele me completa como outro nunca fez ele me deixa em extase de amor ele e otimo ha e capricha nas priliminares como ele msm fala que o seu prazer e me ver sentir prazer adoro ele .

  • REJANE

    MEU MARIDO É PARAPLEGICO E ELE NÃO SENTE NADA DA CINTURA PRA BAIXO MAS ELE FICA BEM ANIMADINHO PARECE QUE ELE ESTA COM UM TESÃO ENORME , UMA VEZ ELE ATÉ FICOU COM O PAU UM POUCO DURINHO
    MAS NÃO MAS ; O QUE EU POSSO FAZER PRA DEIXA – LO MAS ESSIITADO AINDA OU SEJA COM MAS VONTADE EM MIM ???

    • Dotte Brasilia

      Ola Rejane,
      Se ele nao tiver problemas cardiacos, ele pode fazer uso de Sidelnafila encontrado nas farmacias… voce pode excita-lo fazendo belos ensaios sensuais para ele, isso fará que ele fique pensando so em voce o tempo todo e ajudará bastante no desempenho sexual dele.

      • manoel lins

        o perigo de vc tomar medicamentos e você so achar que funciona com ele e ficar dependente dele, e melhor vc explorar no natural e mais prazeroso e satisfatório mesmo que não esteja levando o suficiente mais o melhor sexo estar na mente so e necessário libera-lo sem medo da consciência, entre 4 paredes deixa rolar tudo sem medo de ser feliz isto e o que importa…

    • manoel lins

      bom sou cadeirante tbm devido a 1 trauma, a principal coisa para 1 bom relacionamento e você ser paciente e não cobrar dele existe diversos meios para a satisfação sexual explore os pontos dele que você perceba que ele estar ficando excitado, 1 bom ensaio sensual e ótimo, conversar no ouvido e falar palavras excitante, mesmo que você não esteja completamente satisfeita faca ele entender que você estar entrando em Êxtase, 1 bom filme produtos de sex shop tbm e ótimo e estimula bastante, vocês entre 4 paredes tem que deixar o medo de lado e usufluir de tudo deixar ser tocado você tem que aprender si excitar sozinha deixar ele delirando ou melhor você tem que esquecer o mundo e fazer tudo que a mente vier sem ter medo da consciência entre 4 paredes o fundamental e a mente não ter medo de nada e funcionar bem e so pensar em transar, transar, transar esse e o segredo, ai sim estarão apto a ter e receber algumas horas de prazer sexual. eu n uso nada que seja da medicina os médicos já passaram alguns medicamentos que faz com que fique ereto por meios de medicamentos eu não usei, prefiro explorar da forma que estou e usar minhas estratégias para satisfazer a pessoa que estar comigo, adoro fazer 1 boa massagem dos pes a cabeça na mulher deixa-la ela mais a vontade e aponto de ter ogasmo sem ser penetrada mais ela tem que aceitar e desfrutar com prazer e não cobrar se entregar e vera que terá uma boa noite ou algumas horas de sexo, porque a vida sem sexo mesmo sendo cadeirante, e mesmo que estar morto confesso para vocês abc sinceros e felicidades pra vocês…

  • heitor ferreira neto

    Boa, uma grande motivação! Fiquei paraplegico a menos de 1 ano e estou tirando de letra, vivo uma vida tranquila e normal

  • manoel lins

    EU SOFRI 1 TRAUMA E HOJE SOU PARAPLEGICO, E MINHA ESPOSA NAO FOI PACIENTE PREFERIU ME DEIXAR QUE ENFRENTAR A VIDA, E ISTO ATRAPALHA MUITO NA REABILITACAO DE 1 LESADO VOCE JA ESTAR COM A MENTE TODA DESCONTROLADA ACABA DIFICULTANDO AS COISAS AINDA MAIS, CONFESSO A VOCE QUE A PERDA DO MEU RELACIONAMENTO MACHUCOU MAIS QUE ESSE TRAUMA QUE CARREGO, POR ALGUNS DIAS ME SENTIR O PIOR DOS SERES HUMANOS.
    O PRECONCEITO COM O CADEIRANTE E PIOR DO QUE IMAGINAMOS E E RARO ENCONTRAR 1 PESSOA QUE QUEIRA VIVER COM 1 PORTADOR DE DEFICIENCIA FISICA. AS PESSOAS VER 1 DEFICIENTE COMO 1 DERROTADO QUE NAO TEM MAIS FUTURO NA VIDA, O PRECONCEITO A DISCRIMINACAO DOMINA ASSIDUAMENTE NA SOCIEDADE EM PLENO SECULO 21 NO FUTURO, AINDA SOMOS VISTO COMO PESSOAS INDIGNAS.
    QUE ESTE SEU POSTE ABRA MAIS O CORACAO DAS PESSOAS E ELAS VENHAM REFLETI MAIS NA VIDA, PORQUE TODOS NOS ESTAMOS SUJEITOS A PASSAR POR PROBLEMAS NA VIDA EM ESPECIAL NA SAUDE. EU ERA INTEGRO SAUDADEVEL ESTUDAVA TRABALHAVA E VIVIA MUITO FELIZ 1 QUEDA DE ALTURA ME TIROU QUASE TODAS AS MINHAS ESPERANCAS DE CONCRETISAR E ALMEJAR 1 FUTURO TRANQUILO PARA MIM E PARA MINHA FAMILIA.
    QUE DEUS ABENCOE VOCES E QUE DIAS MELHORES VENHA PARA TODOS NOS COM MAIS AMOR, RESPEITO, GENEROSIDADE,HUMILDADE, SIMPLICIDADE, RESPONSABILIDADE, AFETO, COMPROMETIMENTO RACIOCINIO PROPRIO E MUITA FE EM DEUS PORQUE SEM ELE NADA MUDA EM NENHUM SER HUMANO DA FACE DESSA TERRA…..

  • peter

    verdade e tudo isso mesmo …sou cadeirante a 8 anos namoro , moro sozinho no comeco e dificil mas , felizmente se adptamos aos fatos , confesso que andei por muito tempo tenho 32 anos , mas ja fui muito feliz na cadeira , do que mesmo andando , dificil talvez alguem ler e concordar com o que eu digo , mas aprendi que felicidade e um estado de espirito ..independente da sua sitiacao fisica …..sem mais…

    wagner vieira….
    email gruntboy_@hotmail.com

Você esta satisfeito com a programação da TV aberta?
 
 
 
Powered by Hotcourses Brasil
 
ApostasOnline.com: Apostas de futebol nos campeonatos brasileiros e mundiais